O Reforço Positivo: Aprendizagem pelas Consequências

Até agora vimos apenas conceitos que englobam aquilo que denominamos comportamento respondente, isto é, comportamentos que são eliciados por mudanças no ambiente – vale lembrar que ambiente pode ser tanto externo quanto interno! – a partir de agora começaremos a entender o comportamento operante, de maneira vulgar podemos dizer que é efetivamente o que opera (age) sobre o ambiente. Em linhas gerais comportamento operante é aquele que produz consequências no ambiente:

Reforço Positivo I

(Google Imagens)

A relação acima serve como base para entender toda a estrutura da Análise do Comportamento. O termo Comportamento Operante foi sugerido por B. F. Skinner, também conhecido como pai do Behaviorismo Radical, de quem falaremos mais em outras postagens.

O aprendizado do comportamento respondente era feito, como vimos, por condicionamento respondente (emparelhamento de estímulos), para aprender um comportamento operante deve-se realizar o condicionamento operante: utilizamos as consequências produzidas pelo comportamento para modificar sua frequência.

Mas o que são consequências? São as alterações no ambiente, por exemplo, se você conversar durante a aula (comportamento) seu professor pode lhe pedir para se retirar da sala (consequência); ou você pode pedir um doce para sua mãe (comportamento) e ela trazer-lhe o doce ao voltar do mercado (consequência). No segundo exemplo dizemos que o comportamento de pedir doce foi reforçado positivamente pela mãe. O condicionamento – ou aprendizagem – é justamente o controle que as consequências têm sobre o comportamento que as gerou. NOTA: Em Psicologia Comportamental os termos “POSITIVO” e “NEGATIVO”, como você verá em outras postagens, nada tem a ver com ser bom ou ruim, se relaciona apenas com a apresentação ou retirada de estímulos.

E o que é, de fato, reforço? Reforço, segundo Machado, é um tipo de consequência do comportamento que aumenta a probabilidade de um determinado comportamento voltar a ocorrer. Imagine uma criança cujos pais trabalham fora e lhe dão pouca atenção. Essa criança de repente começa a tirar notas baixas na escola e os pais passam a verificar suas tarefas, fazem leituras e revisam com o filho, a fim de estimulá-lo a melhorar. Contudo as notas continuam baixas. Note que, para a criança, o reforço foi a atenção dos pais, dessa forma o comportamento que produziu essa consequência teve sua frequência aumentada a fim de manter a consequência no ambiente. Por esse motivo é importante analisar a contingência (a relação entre estímulo, resposta e consequência) para verificar se esta é reforçadora ou não.

Você tem alguma dúvida? Deixe um comentário e nós lhe esclareceremos! Compartilhe também esse texto em suas redes sociais, basta clicar nos botões abaixo! =D

Escrito por: Ândrea Catharina

Referência Bibliográfica: MOREIRA & MEDEIROS. Princípios Básicos de Análise do Comportamento. Porto Alegre, RS: Artmed, 2007. 224p.

 

“Pode me chamar de Ana”

O redator deste portal, Caio Moura, acaba de lançar o seu primeiro livro autoral, um Romance de Ficção Dramática que conta com a sinopse a seguir:

“Canteiros, uma cidade brasileira e pacata, é aconchego para quem chega à UNICAN (Universidade de Canteiros) e, com seu clima frio e impessoal, desperta nos jovens sonhadores a necessidade de calor humano. Ana, caloura, resolve permitir que seu coração seja aquecido por Rafael, veterano do último ano de Engenharia, bem-sucedido sob os frutos da empresa do pai.

Contra tudo e todos, Ana e Rafael vivem um jovem romance que tenta sobreviver à humilhação, indignação, ciúme, conflitos, indiferença, compulsão e inconsequência, por meio da ousadia que cava sua própria cova.

O que você pensaria de si mesmo se, porventura, se encantasse por uma pessoa que abusa sexualmente de uma criança!? Talvez, de imediato, você responda que isto é completamente improvável, mas esta leitura lhe provará que nada é impossível e que você não sabe, de fato, o que acontece na casa ao lado.”

Como comprar?

Livro Impresso:

Clique Aqui

E-book Kindle:

Clique Aqui

* O livro impresso é produzido e entregue pela Amazon dos Estados Unidos, mas o produto é entregue no Brasil. Atenção ao valor cobrado em dólar. O E-book Kindle pode ser comprado na Amazon do Brasil e não necessita de aquisição do Kindle, podendo ser lido em seu dispositivo de preferência após baixar o aplicativo Kindle.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: