Resenha do Documentário “O Riso dos Outros”

O preconceito é uma atitude negativa, composta pelo pensamento estereotipado (aquele que generaliza), por sentimento desfavorável em relação ao seu alvo e pelo comportamento de discriminação.

Esses conceitos ficam evidenciados em várias situações cotidianas. O documentário “O Riso dos Outros”, dirigido por Pedro Arantes, propõe uma discussão acerca da atitude preconceituosa incutida nas piadas.

A maioria dos comediantes que participaram do documentário, como Danilo Gentilli e Rafinha Bastos, justificam o seu modo de trabalhar com o humor dizendo que não existe pretensão política ou social ao fazer uma piada, afirmando que o único objetivo do humorista é fazer com que a sua plateia ria. Deste modo, fica clara a posição de isenção de responsabilidade e certo conforto para se utilizarem de atitudes preconceituosas para fazerem humor.

Contudo, uma vez que se diz que toda piada tem um alvo, um problema se constrói quando este é uma minoria social, pois a estruturação das piadas, em geral, se faz a partir de caricaturas sociais o que, muitas vezes, não apenas incentiva, mas reforça o pensamento estereotipado. A informação, como citado no documentário, é um retrato das mazelas da sociedade, mas a posição de locutor e interlocutor da piada são quase sempre de superioridade perante elas.

O Riso dos Outros - AC

(Google Imagens)

Se o foco for colocado apenas naquele que ri, notamos que o riso pode assumir diferentes papéis: pode vir de alguém com preconceito assumido, velado, ou mesmo como forma de alguém se tornar parte de um grupo visto como superior. A grande questão que envolve o riso é saber se ele levará ou não a um momento de reflexão acerca do tema. É evidente que o riso é causado pela quebra do que é rotineiro, mas não significa que precise ser opressor.

O fato é que as piadas não estão sendo transformadoras e parece não haver intenção pela maior parte dos humoristas em tentar mudar esta realidade. É mais confortável continuar ferindo, rebaixando e minimizando ainda mais uma minoria do que refletir sobre o tema e elaborar piadas que possam rir com ela ao invés dela. O público parece aceitar esta situação como normal, rindo e mantendo este tipo de humor em alta evidência. Ana Maria Gonçalves, escritora, analisa esta situação se questionando ao dizer “Será que ele está sendo bom humorista ou quem riu está sendo pouco exigente?”

Você tem alguma dúvida? Deixe um comentário e nós lhe esclareceremos! Compartilhe também esse texto em suas redes sociais, basta clicar nos botões abaixo! =D

Escrito por: Ândrea Catharina & Caio Moura

 

“Pode me chamar de Ana”

O redator deste portal, Caio Moura, acaba de lançar o seu primeiro livro autoral, um Romance de Ficção Dramática que conta com a sinopse a seguir:

“Canteiros, uma cidade brasileira e pacata, é aconchego para quem chega à UNICAN (Universidade de Canteiros) e, com seu clima frio e impessoal, desperta nos jovens sonhadores a necessidade de calor humano. Ana, caloura, resolve permitir que seu coração seja aquecido por Rafael, veterano do último ano de Engenharia, bem-sucedido sob os frutos da empresa do pai.

Contra tudo e todos, Ana e Rafael vivem um jovem romance que tenta sobreviver à humilhação, indignação, ciúme, conflitos, indiferença, compulsão e inconsequência, por meio da ousadia que cava sua própria cova.

O que você pensaria de si mesmo se, porventura, se encantasse por uma pessoa que abusa sexualmente de uma criança!? Talvez, de imediato, você responda que isto é completamente improvável, mas esta leitura lhe provará que nada é impossível e que você não sabe, de fato, o que acontece na casa ao lado.”

Como comprar?

Livro Impresso:

Clique Aqui

E-book Kindle:

Clique Aqui

* O livro impresso é produzido e entregue pela Amazon dos Estados Unidos, mas o produto é entregue no Brasil. Atenção ao valor cobrado em dólar. O E-book Kindle pode ser comprado na Amazon do Brasil e não necessita de aquisição do Kindle, podendo ser lido em seu dispositivo de preferência após baixar o aplicativo Kindle.

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: