Conceitos do Behaviorismo

Controle Coercitivo: A Punição Positiva

Em primeiro lugar o termo Punição em Psicologia Comportamental não significa algo ruim, mas refere-se à tendência a eliminar determinados comportamentos. Infelizmente o problema não é tão simples quanto parece. A recompensa (reforço) e a punição não diferem unicamente com relação aos efeitos que produzem. Uma criança castigada de maneira

Conceitos do Behaviorismo

O Reforço Positivo: Outras Características

Ensinar uma criança a comer salada, por exemplo, pode gerar alguns problemas para os pais. De acordo com aquilo que aprendemos o comportamento de comer salada tenderia a aumentar de frequência, uma vez que traz benefícios à saúde. A questão aqui é que os benefícios chegam em longo prazo e simplesmente ter uma perspectiva deles não é suficiente

Conceitos do Behaviorismo

O Reforço Positivo: Aprendizagem pelas Consequências

Até agora vimos apenas conceitos que englobam aquilo que denominamos comportamento respondente, isto é, comportamentos que são eliciados por mudanças no ambiente – vale lembrar que ambiente pode ser tanto externo quanto interno! – a partir de agora começaremos a entender o comportamento operante, de maneira vulgar podemos dizer que é efetivamente

Conceitos do Behaviorismo

Modelagem vs Modelação

Modelagem e modelação, ambas vêm do radical modelo e, embora este não seja um artigo de português, isso tem total importância. Ambas as palavras são formas de aprendizado de comportamentos, contudo a diferença se encontra no fato de que na modelação o individuo aprende por observação, enquanto que na modelagem o processo de condicionamento

Conceitos do Behaviorismo

O Reflexo Inato: Habituação e Potenciação

Em artigos anteriores aprendemos que o Reflexo é a relação entre estímulo e resposta e que, por exemplo, nos sobressaltamos quando ouvimos um barulho muito alto. Mas o que aconteceria se este barulho não cessasse? A apresentação contínua de um mesmo estímulo na mesma intensidade tende a provocar mudanças nas relações entre S e R. É